Biografia e Plataforma de Heather M.

Biografia

Heather M. ainda se lembra da primeira fanfic que ela leu na vida (e ainda a recomenda para todo o mundo em qualquer ocasião). Ela é voluntária como designer gráfica da Fanlore desde agosto de 2019. Ela também já fez parte dos comitês de Documentação do AO3 e de Diretrizes e Abuso. Heather é uma ex-professora e atual elaboradora de treinamentos e currículos, e ela adora ajudar as pessoas a entenderem melhor como utilizar o Archive of Our Own – AO3 (Nosso Próprio Arquivo). No seu emprego, Heather lida com conceitos muito técnicos. Ela trabalha com especialistas para descobrir a melhor forma de fornecer informações às pessoas que precisam entendê-las. As habilidades de photoshop que ela desenvolveu no fandom muitas vezes são úteis no trabalho, assim como o conhecimento de HTML e CSS que ela adquiriu criando sites de fã pessoais e skins do AO3 personalizadas. E quanto a qual fandom Heather mais ama, a resposta é simples: fandom em si.

Plataforma

1. Por que você decidiu participar das eleições para o Conselho de Administração?

Ao longo dos últimos três anos, a OTW (Organização para Obras Transformativas) se tornou um lar online para mim. Eu fiz amizade com as pessoas com quem eu faço trabalho voluntário, e me tornei uma pessoa melhor por tê-las conhecido. Eu acredito muito na missão da OTW, e quero fazer tudo o que eu posso para apoiá-la. Acho que concorrer ao Conselho é mais uma forma de retribuir tudo o que essa organização deu a mim e a tantas outras pessoas no fandom.

Eu pensei em me candidatar ano passado, mas eu ainda não cumpria os requerimentos. Quando eu percebi que me qualificava este ano, sabia que eu tinha que fazer o meu melhor.

2. Que aptidões e/ou experiência você traria para o Conselho?

Acho que minha maior habilidade é que sou boa em me comunicar. Eu trabalhei como professora de línguas por 14 anos, tanto internacionalmente como em casa. Esse trabalho me ensinou que comunicação clara é mais difícil do que muita gente acredita, mas também é incrivelmente gratificante quando você consegue.

No trabalho, frequentemente me pedem para criar soluções – mas eu aprendi que o primeiro passo é sempre identificar o problema. Se eu não sei qual é o meu objetivo, como posso alcançá-lo? Dedicar o tempo necessário para entender a situação por inteiro no começo economiza tanto tempo ao longo do projeto.

Eu também frequentemente recebo a tarefa de transformar grandes quantidades de informação desorganizada em um curso de treinamento, documento de referência ou vídeo lógicos. Preciso trabalhar com grupos de pessoas diversas para completar essas tarefas, e colaboração online é fundamental ao meu papel.

No meu tempo como voluntária da OTW, trabalhei em três comitês (Fanlore, Documentação do AO3 e Diretrizes e Abuso) e também aprendi bastante sobre o Suporte e a Organização de Tags. Acho que a minha curiosidade natural sobre o que todo mundo está fazendo também vai me ajudar nesta função.

3. Escolha uma ou duas metas para a OTW que são importantes para você e nas quais você teria interesse em trabalhar durante seu mandato. Por que você valoriza esses objetivos? Como você trabalharia com outras pessoas para alcançá-los?

Um dos meus objetivos para a OTW tem a ver com o meu emprego, que lida com treinamento e documentação. Eu gostaria de poder apoiar todos os diversos comitês com seus processos de documentação e treinamento de novos membros. Muitas vezes, organizações caem na armadilha de que “a coisa funciona porque a pessoa responsável dá um jeito”. O que eu quero dizer com isso é que, se a tal pessoa responsável precisa deixar a organização ou se ausentar por um período mais longo, todo mundo fica um pouco perdido. Ninguém mais sabe como fazer a coisa funcionar, e não existe nenhuma documentação que explique.

A integração de novas pessoas voluntárias também é um trabalho de amor. Eu sei que presidentes de comitê e membros mais antigos ficam felizes em instruir membros novos, mas também sei que dedicar o tempo para fazer isso pode ser cansativo. Isso consome a energia de presidentes e membros e os recursos disponíveis para o trabalho normal do comitê. Eu adoraria fazer uma análise de necessidades para treinamento com cada comitê para ver se existem buracos no seu treinamento ou documentação com que precisamos lidar ou se há qualquer área que eu possa ajudá-los a melhorar.

Relacionado a isso, eu adoraria ver a criação de um comitê interno dedicado a treinamento e documentação. No momento, cada comitê é em geral responsável pelo seu. Eu acho que se tivéssemos um grupo de pessoas equipadas com princípios educacionais e diretrizes de gerência de projetos, livraríamos outros comitês desse trabalho.

4. Que experiência você tem com os projetos da OTW e como você colaboraria com os comitês em questão para os apoiar e fortalecer? Tente incluir diversos projetos, mas fique à vontade para enfatizar particularmente aqueles com que você tem experiência.

Eu sou voluntária da Fanlore há quase três anos e também tenho aproximadamente 4 meses de experiência com os comitês de Documentação do AO3 e Diretrizes e Abuso. Nas funções de Documentação do AO3 e Diretrizes e Abuso (e em outras áreas da minha vida no fandom), eu trabalhei junto com o Suporte e vários membros da equipe de Organização de Tags. Conheço por alto os outros projetos da OTW, mas principalmente através de conversas sociais com outras pessoas voluntárias ou com base na minha leitura do site da OTW ou das redes sociais dos projetos.

Acho que meu primeiro passo para colaborar com os diversos projetos e comitês seria conversar com cada um, individualmente. Eu gostaria de saber mais sobre seus problemas e oportunidades. Eu quero saber deles como eles gostariam de receber apoio. Quero saber tudo o que há de bom e de ruim na OTW do ponto de vista de cada grupo. Quando eu entender a perspectiva de todo o mundo, acho que vai ser mais fácil identificar quais próximos passos são fáceis de alcançar e quais precisam de mais planejamento e colaboração a longo termo.

5. Como você pretende equilibrar seu trabalho no Conselho com seus outros cargos na OTW ou, se for o caso, como planeja se afastar de suas responsabilidades atuais para se focar no seu trabalho no Conselho?

Acredito que eu conseguirei manter meus cargos voluntários atuais enquanto estiver no Conselho, mas planejo conversar com a presidência dos meus comitês se acabar sendo demais para mim. Em geral, o trabalho que eu faço é bastante flexível, então não imagino que terei dificuldade em organizar o meu tempo. Na pior das hipóteses, entrarei em hiato dos meus outros cargos enquanto estiver no Conselho, mas espero que não seja necessário.

Também tenho a vantagem de trabalhar remotamente, então o tempo que eu perdia no transporte agora é tempo livre que posso passar trabalhando em assuntos da OTW.