Biografia e plataforma de Natalia Gruber

Biografia

Natalia Gruber descobriu sua primeira fanfic por acidente enquanto esperava pelo lançamento do último Harry Potter, e por muito tempo acreditou que aquela história era uma ideia maravilhosa, porém isolada. Felizmente, ela acabou descobrindo que não apenas aquela não era a única história disponível, mas também que o fandom era uma comunidade viva e rica, cheia de pessoas incríveis e mais fics do que ela jamais conseguiria ler. Ela passou anos apenas observando, lendo principalmente obras relacionadas a Harry Potter, até que ela ingressou no fandom de Tolkien. Foi nele que ela começou a publicar suas próprias obras e a fazer amizades com outrxs fãs, e ainda é onde ela se sente mais em casa.

Professora de inglês durante o dia, Nat entrou para OTW (Organização para Obras Transformativas) em 2016 como tradutora de português brasileiro. Alguns meses depois, tornou-se parte dos comitês de Diretrizes e Abuso e Organização de Tags, onde teve ótimas experiências e aprendeu muito mais a respeito da OTW e seu trabalho. No final de 2017, decidiu participar como membro da equipe de Tradução, trabalhando para dar suporte e assistência para xs tradutorxs executarem suas funções, envolvendo-se em mais tarefas administrativas e colaborativas com outros comitês . Leia Mais

Biografia e plataforma de Michelle Schroeder

Biografia

Michelle Schroeder: Michelle está no fandom há pouco mais de quinze anos. Seu primeiro fandom foi Harry Potter, o que levou a mais e mais fandoms e eventualmente ao Archive of Our Own – AO3 (Nosso Próprio Arquivo). Juntou-se ao comitê de Documentação para o AO3 em 2013, e então para os comitês de Organização de Tags e Suporte em 2017. Atualmente passa a maior parte de seu tempo trabalhando em um arcade, trabalhando para os comitês, ou lendo o que quer que consiga encontrar – e às vezes as três coisas ao mesmo tempo! Leia Mais

Biografia e plataforma de Lex de Leon

Biografia

Lex de Leon: Lex atualmente trabalha para o governo dos Estados Unidos como um gerenciador de documentos e conteúdo especialista em tecnologia da informação, com foco específico em importação, migração e retenção de longo prazo de registros. Ele começou a escrever fanfiction para a série Valdemar e desde então acumulou múltiplos fandoms os quais está sempre disposto a discutir. Um shipper assumido de femslash, ele gosta de escrever fanfic que utiliza suas experiências de vida e sua imaginação, e ler qualquer fanfic que chama sua atenção ou tem um relacionamento que ele gosta. Uma visita de sorte ao Archive of Our Own – AO3 (Nosso Próprio Arquivo) logo após o recrutamento para o Suporte ser anunciado fez com que se voluntariasse, com a crença de que sua década de experiência em suporte técnico seria útil dentro da OTW (Organização para Obras Transformativas). Ele firmemente acredita na missão da OTW e deseja continuar seu trabalho no futuro. De alguma forma, uma mulher adorável concordou em casar com ele e sempre estar disposta a ouvir suas ideias de obras de fã. Juntos estão criando dois gatos, um cachorro e um pássaro teimoso que não voa. Leia Mais

Biografia e plataforma de C. Ryan Smith

Biografia

C. Ryan Smith: as primeiras memórias de Ryan relacionadas ao fandom se originam de assistirPokémon e Yu-Gi-Oh! nas primeiras horas da manhã com seu pai, antes de ir para a escola. Ele se recorda de conversar sobre os programas e jogos com outras crianças da sua classe e sentir aquela familiar sensação de camaradagem que sentimos hoje em dia. No entanto, caso perguntem a ele, diria que seu primeiro verdadeiro encontro com o fandom ocorreria apenas anos mais tarde, em 2008. Foi nessa época que ele podia acessar a internet sem restrições, podendo interagir com outros fãs em sites como Bulbagarden e Fanfiction.net. Ryan começou seu voluntariado na OTW (Organização para Obras Transformativas) durante seu primeiro ano na faculdade, em 2013; devido à razões pessoais, ele deixou a OTW por um tempo antes de voltar em 2015. Ele também está frequentando a universidade novamente, estudando para obter um Bacharelado em Ciência em Tecnologia de Informações.

Leia Mais

Resultados das Eleições de 2017

O Comitê de Eleições gostaria de agradecer a cada candidatx que participou este ano pelo seu trabalho e dedicação. Assim sendo, ficamos felizes em anunciar os resultados das eleições de 2017.

Foram eleitos para o Conselho de Administração da OTW (Organização para Obras Transformativas) os seguintes novos membros (em ordem alfabética):

  • Claire P. Baker
  • Danielle Strong
  • Jessie Camboulives

Os novos membros começarão seus mandatos em 1º de outubro. Nós lhes desejamos sucesso em seus mandatos.

Está encerrado, portanto, o período eleitoral. Agradecemos a todo mundo que participou dele — divulgando, enviando perguntas a candidatxs e, é claro, votando! Esperamos vê-lxs novamente no ano que vem.

Esta notícia foi traduzida pela equipe voluntária de tradução da OTW. Para saber mais sobre o nosso trabalho, visite a página da Tradução no site transformativeworks.org.

Membros – Verifiquem seu email para instruções sobre a votação

Neste momento, todos os membros elegíveis da OTW (Organização para Obras Transformativas) devem ter recebido um email com o link para as instruções para a votação de 2017. O assunto do email era: “Voting Instructions for Organization for Transformative Works (OTW) Board Election”. Por favor observe que qualquer pessoa que não tenha recebido esse e-mail não está no nosso registro de votantes deste ano e não receberá uma cédula.

Se você é um membro e não recebeu esse e-mail, por favor faça o seguinte:

  1. Verifique a sua pasta de lixo eletrônico.
    • Se você utiliza o Gmail, verifique sua aba Social.
    • Se o e-mail estiver marcado como lixo eletrônico, desmarque-o. Se não o fizer, você não receberá a sua cédula, já que ela também será enviada para o lixo eletrônico.
  2. Se o e-mail não for encontrado, abra o recibo da sua doação e verifique a data.
    • Para votar nesta eleição, seu recibo deve estar datado entre 1º de julho de 2016 e 30 de junho de 2017, incluindo ambas as datas.
    • Se você pagou por cheque, seu registro como membro é medido pela data da chegada do cheque.
  3. Se sua doação foi feita dentro do período de elegibilidade, certifique-se que tenha optado por se tornar membro. Tornar-se membro é opcional para aqueles que doarem pelo menos US$10; apenas membros podem votar.
  4. Se você realmente se tornou membro, certifique-se que não marcou nenhum e-mail da OTW como lixo eletrônico nem escolheu não receber emails da OTW ou a cédula do ano passado. Caso tenha optado por alguma destas configurações, e gostaria de votar este ano, você precisa seguir o passo 5 abaixo.
  5. Se você doou pelo menos US$10 durante o período de elegibilidade e optou por se tornar membro, por favor preencha o formulário de contato do Comitê de Eleições e selecione o tópico “Is my membership current/Am I eligible to vote?” (Meu registro de membro está ativo/Tenho direito a votar?). Certifique-se de incluir o e-mail que utilizou na doação.
    • Seu registro como membro não possui qualquer conexão com sua conta de usuárix do Arquive of Our Own – AO3 (Nosso Próprio Arquivo) ou da Fanlore. Por favor, não nos forneça seu nome de usuárix do AO3 ou da Fanlore, pois não possuímos nenhuma maneira de saber a quem o nome pertence, e não desejamos saber.

O mais importante a se atentar é que se o e-mail com as instruções para votar for devolvido, marcado como lixo eletrônico ou se você tiver optado por não receber nossos e-mails, você pode não receber uma cédula no ano que vem. Da mesma forma, se alguma destas situações ocorreu no ano passado, você não receberá uma cédula este ano. Portanto, se você escolheu não receber e-mails da OTW no passado, ou os marcou com lixo eletrônico, mas gostaria de votar, preencha o formulário de contato do Comitê de Eleições e selecione o tópico “Is my membership current/Am I eligible to vote?” (Meu registro de membro está ativo/Tenho direito a votar?).

Esta notícia foi traduzida pela equipe voluntária de tradução da OTW. Para saber mais sobre o nosso trabalho, visite a página da Tradução no site transformativeworks.org.