Biografia e Manifesto de Matty Bowers

Biografia

Matty encontrou fandom pela primeira vez em maio de 1998; contudo, ela não se envolveu realmente até 2001. Seus primeiros fandoms foram Highlander e Buffy, mas ela logo passou por vários outros fandoms. Atualmente ela é uma fã de fandom; ela vê quase qualquer obra de tamanho épico em qualquer fandom! Matty passou os primeiros anos observando, mas eventualmente começou a contribuir para projetos de fã como newsletters e comunidades de recomendações. Ela ficou fascinada e intrigada quando ouviu planos sobre construir um lugar onde o fandom tivesse os servidores , e se juntou à OTW (Organização para Obras Transformativas) como organizadora de tags na chamada para voluntárixs feita em 2009. Desde então ela trabalhou nos comitês de Suporte, Documentação para o Archive of Our Own – AO3 (Nosso Próprio Arquivo), e Abuso. Matty é graduada em Educação e passou dez anos dando aulas antes de mudar para um trabalho na área de tecnologia. Ela trabalha atualmente como gerente de um negócio local, e no tempo livre trabalha com suporte técnico de muitxs amigxs e família.

Manifesto

1. Por que você decidiu concorrer à Direção?

Servi na OTW como voluntária , membro da equipe, e líder de vários comitês em situações diferentes—trabalhei com times funcionais e não funcionais, e aprendi o que é preciso para melhorar. Isso nem sempre foi fácil, mas estou disposta a fazer o trabalho necessário. Junto com alguns membros maravilhosos, ajudei a transformar tanto Suporte como Abuso em comitês prósperos, antes não funcionais. Essa experiência me ajudou a entender como a OTW funciona, ou não funciona, em muitos níveis. Acredito que atingimos um ponto crítico no desenvolvimento da OTW e quero ajudar a Direção e a OTW a crescerem e seguirem em frente.

2. Quais habilidades e/ou experiências você trará para a Direção?

Ao longo da minha carreira, tanto como professora quanto como administradora, ganhei vasta experiência em lidar com pessoas em situações variadas como prazos e necessidades diferentes. Comunicação rápida e eficiente é uma parte fundamental de ensinar; essa é outra qualidade que acredito que me servirá bem na Direção. Trabalhar com educação básica também ensina como lidar com múltiplos projetos e fazer as coisas funcionarem.

Essas experiências me serviram bem quando encarei a tarefa de recuperar Suporte, depois Abuso, quando estavam à beira do colapso. Ambos os comitês estavam sobrecarregados com a carga de trabalho e sofriam com uma severa falta de membros. Com a ajuda de alguns membros de equipe maravilhosos, fui capaz de melhorar nossa carga de trabalho e treinamento, criar meios mais efetivos de comunicação com outros comitês, e manter um núcleo estável de voluntárixs para responder às necessidades de nossxs usuárixs de um modo muito mais rápido. A fundação construída deve ajudar ambos os comitês a crescerem quando a demanda de usuárixs aumentar. Estou muito orgulhosa desse trabalho, e dos times que construímos juntxs.

Acredito que a Direção também atingiu um ponto crítico, e acredito que as lições aprendidas trabalhando em Suporte e Abuso vão ser de grande valia quando servindo na Direção

3. Quais objetivos você gostaria de atingir durante seu mandato?

Uma das primeiras coisas que precisamos fazer é observar onde estamos e aprender o que comitês precisam da Direção. Para fazer isso, é importante envolver todxs xs líderes em um diálogo sobre o estado da OTW e seus comitês. Gostaria de ser parte de uma Direção que tem este diálogo com líderes — que está ciente de problemas correntes e pode promover integração e colaboração entre líderes para obter soluções para problemas em comum.

Nos últimos anos tivemos problemas com consistência. Alguns comitês parecem estar florescendo, enquanto outros continuam a ter problemas. É imperativo que a OTW encontre um equilíbrio e garanta que todos os seus comitês e a Direção trabalhem juntxs quando eu terminar meu mandato. Nossa comunicação interna e externa frequentemente parece fraturada; isto atrapalha o progresso dos nossos projetos e de um ambiente feliz e produtivo para nossxs voluntárixs. Isto precisa mudar, e acho que o primeiro passo essencial é que a cultura da Direção mude.

4. Qual é a sua experiência com os projetos da OTW e como você colaborará com os comitês relevantes para dar apoio a eles e fortalecê-los? Por favor inclua Archive of Our Own – AO3 (Nosso Próprio Arquivo), Transformative Works and Cultures – TWC (Culturas e Obras Transformativas), Fanlore, nosso trabalho de Legal Advocacy (Assistência Jurídica) e Open Doors (Portas Abertas), mas sinta-se livre para enfatizar áreas nas quais você tem mais interesse em particular.

Trabalhei com Suporte, Documentação para o AO3, Abuso e Organização de Tags por vários anos, e como líder colaborei frequentemente com membros de Acessibilidade, Design e Tecnologia (AD&T), Sistemas, Jurídico, Tradução, Comunicações, e Portas Abertas. Vi em primeira mão o quão dedicadas são todas as pessoas destes projetos, e o quão efetiva a colaboração entre elas pode ser, com os procedimentos adequados estabelecidos. Em um nível pessoal, gosto de trabalhar com Fanlore e devoro entusiasticamente cada edição da publicação acadêmica e considero ambas como recursos importantes de fandom.

Acho que a coisa mais importante que posso fazer como membro da Direção é encontrar do que cada projeto precisa e fazer meu melhor para acomodar isso. A Direção deveria estar pronta e disponível para oferecer recursos e informações para comitês e membros da equipe quando necessário, mas permitir que ajam sozinhos nas ações do dia a dia. Uma das primeiras coisas que gostaria de fazer como membro da Direção é entrar em contato com cada projeto e ter um diálogo aberto e honesto com relação a onde estão e onde querem chegar. Vou então fazer destas necessidades uma prioridade e garantir que todos os projetos tenham as ferramentas, membros, e recursos de que precisam para ter sucesso.

5. Escolha dois tópicos/problemas que você acha que devem ter alta prioridade para a OTW, tanto internamente quanto externamente. O que esses tópicos significam para você e por que você os valoriza? Como você os fará parte de seu serviço?

Gostaria de ver mais transparência e comunicação entre a Direção e xs voluntárixs e membros da OTW. Voluntárixs da OTW deveriam entender porque a Direção toma as decisões que toma e o que está planejando para o futuro. Não apenas a maior transparência permite uma maior prestação de contas dos membros da Direção, também dá a membros da equipe e voluntárixs um melhor entendimento do que está acontecendo na organização. Ser capaz de ver o panorama geral permite que todxs vejam como seus esforços estão moldando a OTW, e se sintam mais engajadxs na organização como um todo.

Também gostaria de garantir que cada comitê tenha a ajuda e os recursos de que precisa para ter sucesso. Pelas minhas experiências passadas, sei exatamente o quão difícil é ser líder de um comitê sem membros suficientes ou ferramentas apropriadas. Acho que é essencial que comitês que desesperadamente precisam de novas ferramentas para fazer seu trabalho recebam suporte e aprovação para as implementar da Direção em um tempo razoável. Comitês deveriam ser capazes de ter todas as suas contas pagas a tempo. Membros de equipe deveriam ser aprovados em um prazo razoável. Emails deveriam ter respostas rápidas. Não é isso que vem acontecendo, e é algo que espero mudar.

6. O que você acha que as principais responsabilidades da Direção são? Você é familiarizada com os requisitos legais para direção de uma organização de fins não econômicos baseada nos EUA?

Passei vários anos trabalhando para organizações de fins não econômicos offline e como líder de Suporte, pesquisei bastante de modo independente sobre os requisitos de organizações de fins não econômicos baseadas nos EUA.

A Direção precisa ser responsável por gerenciar a OTW e tomar decisões que sirvam aos interesses da organização e de seus membros. Acredito que é responsabilidade da Direção garantir que voluntárixs e membros sejam mantidxs cientes do que está acontecendo com a organização, das finanças até as decisões diárias da Direção. Precisamos garantir que a OTW esteja em uma posição estável para cumprir sua missão de servir aos interesses de fãs provendo acesso para e preservando a história de obras de fã e cultura de fã em suas múltiplas formas.

7. Como você balanceará seu trabalho na Direção com outras funções na OTW, ou como você planeja passar seus cargos atuais adiante para focar no trabalho da Direção?

Recentemente deixei tanto Organização de Tags quanto Suporte, e comecei um programa de treinamento para líder do Abuso. Ao começo do próximo termo, devo ter umx novx co-líder de Abuso. Ao fim do próximo termo, devemos ter vários outros membros que terminaram o treinamento de líder; um desses membros sortudos vai se juntar como co-líder, permitindo que eu me afaste das tarefas como membro de equipe. Meu objetivo é permanecer com Abuso em alguma função para manter-me em contato com as preocupações do comitê. Sinto que é importante que membros da Direção se mantenham envolvidos e entendam as necessidades dos comitês. Permanecendo com Abuso, um comitê do Archive of Our Own – AO3 (Nosso Próprio Arquivo) que trabalha com outros comitês da AO3 assim como diretamente com xs usuárixs, me permitiria permanecer conectada com essas outras partes da OTW e com xs usuárixs do AO3.