Resultados da Eleição de 2017

O comité de Eleições gostaria de agradecer a todas as pessoas candidatas pelo seu trabalho árduo durante a eleição deste ano. Posto isto, é com prazer que apresentamos os resultados da Eleição de 2017.

As seguintes pessoas candidatas (por ordem alfabética) foram oficialmente eleitas para integrar a Direção.

  • Claire P. Baker
  • Danielle Strong
  • Jessie Camboulives

Os novos membros da Direção irão iniciar formalmente os seus mandatos a 1 de outubro. Desejamos-lhes sorte durante os seus mandatos.

Com isto, a temporada de eleições chega ao fim. Agradecemos a todas as pessoas que participaram espalhando a palavra, colocando questões às pessoas candidatas e, é claro, votando! Esperamos voltar a ver-vos novamente no próximo ano.

Este artigo de notícias foi traduzido pela equipa voluntária de tradução da OTW. Para saberes mais sobre o nosso trabalho, visita a página de Tradução em transformativeworks.org.

Membros – Verifiquem o Vosso Email para Instruções de Voto

Por esta altura, todos os membros elegíveis da OTW devem ter recebido um email com um link para as instruções de voto para o ano 2017. O assunto era “Voting Instructions for Organization for Transformative Works (OTW) Board Election” (Instruções de Voto na Eleição da Direção da OTW). Por favor nota que qualquer pessoa que não tenha recebido este email não está nas listagens de votantes este ano e não irá receber um boletim de voto.

Se és membro e não recebeste este email, por favor faz o seguinte:

  1. Verifica a tua pasta de spam.
    • Se usas Gmail, verifica o separador Social.
    • Se o email está marcado como spam, desmarca-o. Caso contrário, não irás receber o teu boletim de voto, pois irá ser marcado como spam de novo.
  2. Se não encontrares nenhum email, abre o teu recibo de doação e verifica a data.
    • Para votar nesta eleição, o teu recibo deve estar datado entre 1 de julho de 2016 e 30 de junho de 2017, as duas datas inclusive.
    • Se pagaste através de cheque, o teu estatuto de membro é contabilizado pela data de chegada do cheque.
  3. Se a tua doação foi feita durante o período de tempo elegível, assegura-te de que assinalaste a caixa para te tornares membro. A adesão como membro é voluntária para quem faz uma doação de pelo menos 10$; só os membros podem votar.
  4. Se te tornaste membro, verifica que não assinalaste nenhum email da OTW como spam nem que cancelaste a receção de emails da OTW ou o boletim de voto do ano passado. Se o fizeste e gostarias de votar este ano, terás de efetuar o passo 5 abaixo.
  5. Se doaste pelo menos 10$ durante o período eligível e assinalaste a caixa para aderires como membro, por favor preenche o Formulário de Contacto da equipa de Eleições e seleciona o tópico “O meu estatuto de membro está atual/Sou elegível como votante?”. Certifica-te de que incluis o email que usaste quando fizeste a tua doação.
    • O estatuto de membro não tem qualquer ligação com ser uma pessoa utilizadora do AO3 ou da Fanlore. Por favor não forneças o teu nome de utilizador do AO3 ou da Fanlore – não temos como saber a quem esse nome pertence, nem queremos saber.

Acima de tudo, se o email com as instruções de voto for rejeitado, marcado como spam, ou se tiveres cancelado a sua receção, não vais receber um boletim de voto para a eleição deste ano e podes não receber um boletim de voto no próximo ano. De forma semelhante, se alguma destas coisas aconteceu com os emails do ano passado, não vais receber um boletim de voto este ano. Sendo assim, se anteriormente cancelaste a receção de emails da OTW ou os assinalaste como spam e gostarias de votar, preenche o Formulário de Contacto da equipa de Eleições e seleciona o tópico “O meu estatuto de membro está atual/Sou elegível como votante?”

Este artigo de notícias foi traduzido pela equipa voluntária de tradução da OTW. Para saberes mais sobre o nosso trabalho, visita a página de Tradução em transformativeworks.org.

Divulgação das Candidaturas para as Eleições da OTW de 2017

Divulgação das Candidaturas

A OTW (Organização para Obras Transformativas) orgulha-se de anunciar as seguintes candidaturas para as Eleições de 2017 (por ordem alfabética do primeiro nome):

  • Claire P. Baker
  • Danielle Strong
  • Erica Dulin
  • Gimena Calixto
  • Jessie Camboulives
  • Milena Popova

Como temos 3 posições por preencher e 6 pessoas candidatas, as eleições de 2017 serão disputadas — isto é, os membros da OTW irão votar em quem irá ocupar essas posições.

O Comité de Eleições está ansioso por começar o processo de apresentação das pessoas candidatas a todos os membros da OTW! Neste artigo, encontram-se links para as pequenas biografias e programas eleitorais escritos pelas pessoas candidatas. Além disso, iremos ter uma série de conversas em direto, cujas datas serão anunciadas consoante a disponibilidade das pessoas candidatas. Em breve, também serão publicadas informações acerca do período e do processo de votação.

Entretanto, há uma cronologia dos eventos de Eleições disponível aqui para referência. Lê-a para ficares a saber mais sobre as nossas pessoas candidatas!

(mais…)

Biografia e Programa Eleitoral de Gimema Calixto

Biografia

Gimena Calixto é estudante universitária de Meios de Comunicação Audiovisuais e tem experiência na produção e participação em diversos projetos na área (trabalho de câmara, edição de vídeo e som, etc.), mas tem ainda mais experiência em ser fã dos mesmos. Ela tropeçou na fandom em 2002 e nunca mais saiu, os seus interesses abrangem tudo, desde anime a bandom, livros, banda desenhada e séries televisivas ao longo do tempo. A fandom tem lhe dado não só um meio para expressar a sua criatividade e uma forma de interagir com indivíduos semelhantes a si, mas também uma forma de melhorar muitas das suas capacidades e crescer como pessoa, através da troca de opiniões e conhecimento. Ser voluntária na OTW (Organização para Obras Transformativas) tem sido a sua forma de compensar a fandom. Ela juntou-se à OTW como organizadora de tags em 2016 e mais tarde juntou-se ao comité de Abuso.

(mais…)

Biografia e Programa Eleitoral de Claire P. Baker

Biografia

Claire P. Baker: De muitas formas, a primeira fandom de Claire foi José e o Deslumbrante Manto de Mil Cores, musical que ela já tinha praticamente memorizado aos quatro anos. No entanto, tudo começou a sério quando ficou obcecada com Digimon durante a sua transmissão original na televisão norte americana. A partir daí, Claire descobriu sites de fãs, ficção de fãs e cosplay; e o resto, como se costuma dizer, é história. Fandom tornou-se uma parte importante da carreira académica de Claire, refletindo-se em artigos que ela escreveu durante a obtenção dos seus três cursos (licenciatura em drama, licenciatura em educação e mestrado em ciências da informação), e permanece um grande interesse em investigação até aos dias de hoje. Bibliotecária de dia, Claire começou o seu trabalho voluntário na OTW (Organização para Obras Transformativas) em 2014 e tornou-se colíder do comité de Documentação para o Archive of Our Own – AO3 (O Nosso Próprio Arquivo) um ano depois. Desde então, juntou-se também à Transformative Works and Cultures – TWC (Culturas e Obras Transformativas) e à equipa de Organização de Tags. Quando não está ocupada com a OTW e assuntos bibliotecários, Claire pode ser muitas vezes encontrada a rever ficção de fãs, a coordenar várias trocas de presentes no AO3 e a preparar um exército de cosplays e painéis para a sua próxima convenção.

(mais…)

Biografia e Plataforma de Erica Dulin

Biografia

Erica Dulin é voluntária na OTW (Organização para Obras Transformativas) como organizadora de tags desde finais de 2014 e membro da equipa de Organização de Tags desde o início de 2016. Ela tem tido a oportunidade de trabalhar com um banco de pessoas voluntárias diversas em vários grupos de trabalho e projetos e adora conhecer pessoas e as coisas pelas quais são apaixonadas. Licenciou-se em Produção de Filmes e Televisão e as suas fandoms eternas são Achievement Hunter e Rick and Morty. Erica é uma verdadeira crente da liberdade de expressão e defenderá a dedicação da OTW de proteger o direito de fãs de partilharem todas as suas criações, independentemente das reações negativas que possam receber devido às suas obras.

Plataforma

1. Porque é que decidiu concorrer às eleições da Direção?

Queria garantir que haveria pessoas candidatas suficientes para haver uma eleição equilibrada e justa, para que os membros pudessem expressar a sua opinião acerca da evolução da OTW. Pessoas amigas na organização encorajaram-me a concorrer e eu fui facilmente convencida a fazê-lo. A direção atual e o comité de Planeamento Estratégico criaram um plano de três anos bastante realizável e eu acredito que poderia ajudar a mantê-lo em marcha e ajudar comités a defini-lo mais detalhadamente à medida que nos aproximamos de cada objetivo. Aprecio o esforço feito pela direção na criação de novos comités quando necessário e na ressurreição de comités mais antigos, como o de Finanças, e na procura pelos melhores membros de equipa para os mesmos. À medida que a OTW continua a crescer, gostaria de trabalhar com a direção para ajudar a assegurar que a organização reconhece e define claramente as suas responsabilidades como organização sem fins lucrativos e como local de trabalho, para ajudar as pessoas voluntárias a compreender os seus compromissos e para encorajar uma maior transparência acerca do funcionamento interno da OTW.

2. Que capacidades e/ou experiência irá trazer para a Direção?

Aperfeiçoados pelas minhas experiências no meu comité, os meus pontos fortes são interagir com colegas de trabalho e manter-me a par de fases de projetos e de cronologias. Trabalhar em vários tipos de grupos com tipos diferentes de objetivos ensinou-me a explicar-me cuidadosamente, a ouvir e a chegar a um compromisso se necessário. Algo importante que aprendi foi a enfrentar qualquer confusão na sua origem antes de continuar em frente. A OTW funciona melhor quando todas as pessoas trabalham a partir da mesma informação ou pressuposto, quer concordem com a solução desde o início ou não. Também usamos muitas vezes autópsias, discutindo o que funcionou e o que não funcionou com a metodologia do projeto, debatendo ideias, identificando áreas a melhorar e documentando as decisões tomadas para não termos de reinventar a roda de cada vez que um problema semelhante emerge.

3. Escolha um ou dois objetivos para a OTW que considera importantes e nos quais teria interesse em trabalhar durante o seu mandato. Porque é que considera estes objetivos importantes? Como trabalharia com outras pessoas para os atingir?

Infraestrutura Mais Forte e Aumento da Participação, Retenção e Desenvolvimento das Pessoas Voluntárias são literalmente a base de todos os projetos da OTW; sem infraestrutura ou pessoas voluntárias, não existimos. Gostaria de continuar os objetivos do comité de Planeamento Estratégico de nos certificarmos que todos os projetos e seus subcomités conseguem definir claramente as suas funções e partilhar esta informação tanto internamente como com o público. Como membro da direção, gostaria de me certificar de que os comités relevantes comunicam entre si dentro de uma cronologia predeterminada e eu agiria como um par de olhos extra para rever as suas conclusões. Gostaria de construir mais atividades sociais para ajudar à retenção de pessoas voluntárias; muitos comités estão a trabalhar nisto independentemente e eu gostaria de me certificar que todas as pessoas têm acesso a estas ideias e ao que funcionou e não funcionou no passado.

4. Qual é a sua experiência com os projetos da OTW e como irá colaborar com os comités relevantes para os apoiar e reforçar? Tente incluir uma variedade de projetos; contudo, sinta-se à vontade para enfatizar certos projetos com os quais tenha experiência.

Como pessoa organizadora de tags, trabalhei com os comités do Archive of Our Own – AO3 (O Nosso Próprio Arquivo) e do Open Doors (Portas Abertas). Como fã, editei artigos na Fanlore e leio com entusiasmo todas as notícias publicadas pela equipa Legal. Ter definições claras de projetos é importante e ouvir e fazer perguntas é uma grande parte disso. Uso frequentemente ferramentas da OTW no meu trabalho como membro da equipa de Organização de Tags, que implica comunicação tanto inter- como intracomité. Isto pode envolver desde pedir ao comité de Tradução que nos ajude com tags, a trabalhar com pessoas coorganizadoras de todo o mundo para decidir a colocação de tags em subfandoms e a formatação de tags canónicas. Estar aberta a sugestões e ser clara e paciente com questões tem feito toda a diferença na minha experiência de organização e apesar de poder ser frustrante resolver um problema, é muito gratificante quando nos juntamos para o resolver. A própria OTW tem uma infraestrutura de comunicação com a qual me tornei bastante familiar, desde mailing lists a plataformas de conversa aberta, e eu tenho usado estas ferramentas para saber do que é que as pessoas organizadoras e outros comités precisam para os seus objetivos e para resolução de problemas, o que ajuda a tomar decisões bem informadas que esperamos que resultem a longo termo.

5. Como irá equilibrar o seu trabalho na Direção com outros papéis que desempenha na OTW, ou como planeia delegar os seus cargos atuais para se poder concentrar no trabalho de Direção?

Eu dou-me a mim mesma um bloco de tempo semanal para trabalhar na organização de tags e dou uma vista de olhos pelo menos alguns dias por semana. No meu comité, o trabalho é escolhido e controlado pela própria pessoa, por isso concentrar-me-ia em projetos mais pequenos e rápidos. Posso sempre pedir ajuda; os nossos membros de equipa estão muitas vezes disponíveis para ajudar ou dar uma segunda opinião quando necessário.